Oferta!
Ciências Sociais  »  Estudos IndígenasCiências Sociais  »  Geografia HumanaArquitetura  »  PaisagemArquitetura  »  Planejamento de Uso Urbano & TerritorialArquitetura  »  História  »  Pré-Histórico & Primitivo

Horizontes Indigenistas II

,

R$39,47

Sinopse

As obras Horizontes Indigenistas I – Questão Indígena e Ordenamento Territorial no Brasil (2007-2015) e Horizontes Indigenistas II – Desordem e Precarização Territorial reúnem reflexões do autor sobre a questão indígena no Brasil, publicadas em revistas especializadas nas áreas de Geografia, Planejamento Urbano e Regional Educação e Arquitetura e Urbanismo, ao longo de cada um dos períodos abrangidos, alcançando grande repercussão entre os pesquisadores da área. O recorte adotado para cada uma delas, no entanto, não corresponde a uma simples delimitação temporal, mas remete à própria abordagem proposta abordada em cada obra. Diferentemente do primeiro, escrito desde o chão “concreto” da aldeia e do indigenismo, neste segundo volume dos Horizontes Indigenistas, subtitulado Precarização e Desordem Territorial, reúne textos escritos entre 2015 e 2020, período no qual o autor já estava na docência, vendo-se obrigado a refletir de maneira mais conceitual o debate iniciado no primeiro volume, apresentando ao leitor um quadro do que restou do indigenismo rondoniano e de seu arranjo espacial em uma crise que já se anunciava mesmo baixo um governo de centro-esquerda. Diante disso, este volume propõe uma imersão nos conflitos imanentes à lógica da sujeição dos indígenas à economia de mercado, que pelas vias do etnodesenvolvimento e do ambientalismo, não deixou de pairar sobre as aldeias, legitimando-se diante das diferentes frentes de acumulação originária e ampliada, concomitantemente. Em conjunto as obras não apenas indicam horizontes de pesquisa teórica para os geógrafos que atuam junto aos povos/nações indígenas, mas também – e principalmente – apontam para a necessidade do compromisso ético e do engajamento político em defesa dos direitos indígenas – especialmente territoriais – diante de um contexto de precarização, conflito e desordem que instalou sobre seus mundos e vida.

Público-Alvo:
As obras Horizontes Indigenistas I e II são voltadas para estudantes e pesquisadores de graduação e pós-graduação em ciências humanas e sociais, bem como para aqueles que atuam na área de planejamento e gestão territorial e ambiental. Mais recentemente diversos advogados, defensores públicos e procuradores tem buscado nas ideias e argumentos aqui apresentados os fundamentos para sua atuação em defesa dos direitos indígenas, sobretudo os direitos territoriais.

Informações Adicionais

Editora

Nº Páginas

182

Tamanho

14,8 x 20,9 cm

Autor(a)

Ranking

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Horizontes Indigenistas II”