Sinopse

A história da civilização nos conta que o homem primitivo procurava defender-se do frio e da fome, abrigando-se em cavernas e alimentando-se de frutos silvestres, ou do que conseguia obter da caça e da pesca. Ao longo dos séculos, com o desenvolvimento da inteligência, passou a espécie humana a sentir a necessidade de maior conforto e a reparar no seu semelhante. Assim, como decorrência das necessidades individuais, surgiram as trocas.

Esse sistema de troca direta, que durou por vários séculos, deu origem ao surgimento de vocábulos como “salário”, o pagamento feito através de certa quantidade de sal; “pecúnia”, do latim “pecus”, que significa rebanho (gado) ou “peculium”, relativo ao gado miúdo (ovelha ou cabrito).

As primeiras moedas, tal como conhecemos hoje, peças representando valores, geralmente em metal, surgiram na Lídia (atual Turquia), no século VII A. C.. As características que se desejava ressaltar eram transportadas para as peças através da pancada de um objeto pesado (martelo), em primitivos cunhos. Foi o surgimento da cunhagem a martelo, onde os signos monetários eram valorizados também pela nobreza dos metais empregados, como o ouro e a prata.

Com isto este livro visa ensinar inclusive para os mais jovens e crianças como surgiu o dinheiro e como ele evoluiu, tem ensinamentos básicos de calculo para investimentos e o que é isto.

Informações adicionais

Peso 0,145236 kg
Dimensões 14 × 21 × 0,63 cm
Nº Páginas

106

Capa

Brilho, SEM orelha

Data da Publicação

28/10/2022

Impressão

Preto e Branco (Papel Avena / Pólen)

Tamanho

Editora

Autor(a)

Faixa Etária Recomendada

13 a 18 anos (7a série a 12a série)

Ranking

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Faça o login para Avaliar
Enciclopédia do Dinheiro thumbnail

Enciclopédia do Dinheiro

R$33,10