Oferta!
Arquitetura  »  Preservação Histórica  »  GeralFotografia  »  História

Janelas e Portas de Itu

,

R$59,71

REF: ut2842 Categorias ,

Sinopse

Neste livro você verá imagens fotográficas que retratam um pouco da arquitetura, história, modelos e mensagens poéticas que ainda são encontradas nas moradias, casas comerciais e imóveis da cidade de Itu. O intuito é de fazer com que a conscientização do poder público, da população e das pessoas envolvidas com o turismo da cidade e região para a necessidade da conservação deste patrimônio histórico, arquitetônico e poético da cidade, que não pode e não deve ser destruído, pois estaremos destruindo a nossa história, o nosso passado. Como poderemos ter um futuro se não nos lembramos de nosso passado, se não o preservamos nem conservamos e se não o usamos como uma ferramenta de cultura com a finalidade de melhorarmos e aumentarmos o turismo na cidade? Preservar não é apenas tombar! A noção de preservar tem a ver com uma atitude de prevenção, é algo que se estende a modos que implicam uma conscientização, que pode ser de um grupo, uma pessoa ou uma instituição. O tombamento é uma medida, um ato legal, no sentido de fazer com que a preservação se dê. Em geral é a primeira de uma série de ações. Nesse sentido, e com esta perspectiva, a Preservação é algo muito mais abrangente, e é bom que se diga, que nada tem a ver com uma museificação do lugar. Ao contrário, boas ações de preservação inserem a população local e dão um sentido de apropriação e uso do espaço. O objetivo da Preservação longe de transformar-se em um empecilho é, antes de tudo, garantir às gerações futuras um passado, que é composto multifacetadamente, por aspectos que tomam toda a sua cultura, de modo que seja um Patrimônio. Na definição de Gilberto Gil: “Pensar em patrimônio agora, é pensar com transcendência, além das paredes, além dos quintais, além das fronteiras. É incluir as gentes, os costumes, os sabores, os saberes. Não mais somente as edificações históricas, os sítios de pedra e cal. Patrimônio também é o suor, o sonho, o som, a dança, o jeito, a ginga, a energia vital e todas as formas de espiritualidade da nossa gente. O intangível, o imaterial”.

Informações Adicionais

Editora

Nº Páginas

64

Tamanho

21,1 x 21,1 cm

Autor(a)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Janelas e Portas de Itu”