Oferta!
Autoajuda  »  Motivacional & Inspiracional

O Maldito Peaky Blinder

,

R$34,77 R$27,52

REF: ut2584

Sinopse

A série Peaky Blinders atualmente tem sido muito comentada em círculos que tratam de desenvolvimento pessoal. É muito comum nos depararmos pela internet com fotos aleatórias de personagens da série, sempre acompanhadas de frases motivacionais. O engraçado da situação é que, na maioria das vezes, as frases que acompanham tais fotos não são extraídas da série, mas Peaky Blinders se tornou tão viral que suas imagens são utilizadas para impactar qualquer frase motivacional.
O despertar para o desenvolvimento deste livro aconteceu quando me deparei com um artigo escrito por um rapaz de nome Pedro Silva no site cineaddiction.com, que tem o título: “Peaky Blinders: O meu problema com Thomas Shelby!” Esse artigo me incomodou de certa maneira. Não que eu seja um “fanboy” de Thomas e esteja aqui para defendê-lo a todo custo, mas durante a leitura deste artigo me senti impelido a escrever sobre algumas características do mesmo. No artigo do Pedro Silva, em síntese, ele afirma que Thomas não é um personagem tão incrível, que acredita que ele é sobrevalorizado. Diz sobre Tommy: “…a primeira partida, transmite segurança, parece ter boas capacidades de liderança e ser um bom chefe de família”. Porém no decorrer do artigo chega as seguintes conclusões: “Thomas trata a sua própria família como um objeto de troca ou material descartável.” “Em suma, podemos ver que Thomas é capaz de camuflar a sua humanidade e comprometer a sua família (quando o seu papel deveria ser protegê-la contra tudo e todos) para alcançar o seu sucesso pessoal.” Arremata o texto também afirmando que é um personagem que não evolui durante a série, mantendo assim uma conduta estática e tediosa.
Devo afirmar que a leitura desse artigo me inspirou a elaborar tal livro, porém não o fiz com o objetivo de contra-argumentar o mesmo. O objetivo aqui é extrair o que há de interessante em um personagem que evidentemente não é um exemplo de “good guy”. É mostrar que toda essa popularidade que Thomas tem, principalmente nas páginas de desenvolvimento pessoal, tem certo fundamento, e que sim, é um personagem interessante e com uma personalidade cheia de atributos a serem extraídos. Evidentemente encontramos muitos podres em tal personagem, mas creio que se cavarmos fundo, encontraremos também coisas de valor, e então cabe ao leitor concluir qual se sobrepõe na balança. Durante a elaboração do livro me deparei com nada menos que quatorze características de Thomas Shelby que achei dignas de nota, e então me esforcei em esmiuçá-las da melhor forma possível.

Informações Adicionais

Editora

Nº Páginas

152

Tamanho

14,7 x 21 cm

Autor(a)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Maldito Peaky Blinder”