Castrado

R$56,62

(5 avaliações de clientes)

Autor(a): Paulo Nunes
Saiba mais sobre o(a) autor(a): uiclap.bio/escritorpn7

Prazo de produção: até 5 dias úteis
REF: ut9246 Categoria

Sinopse

Um dos livros mais vendidos e lidos em amazon.com.br e Kindle App, “Castrado” proporciona um mergulho violento no inferno do trauma infantil e no submundo do sexo.

Resultado de dez anos de pesquisa, e quatro de escrita, o livro “Castrado”, do acadêmico em psicologia e escritor Paulo Nunes, é a continuação de “Meu irmão e eu”, que expôs ao mundo a história verídica do amor mais controverso e escandaloso de todos os tempos. A todos, um recado sincero. Cuidado! É possível que o livro revele que o leitor não se conhece tão bem quanto pensa.

Dois anos depois de fugir com Pablo Flores, o bilionário Gaius Barrys é obrigado a retornar a Nova Iorque. Polêmicas, controvérsias, dissabores, incompreensões e ataques da imprensa internacional o mantém cativo no que ele mesmo chama de gaiola de ouro. Um emaranhado de carências, conveniências e acordos que o livraram de situações embaraçosas com a Justiça serviram ao propósito de aproximá-lo de Aidan Mettis, que desconhece os reais motivos do que aparenta ser o maior romance de sua vida. Inexplicáveis e sucessivos acontecimentos agitam a vida de Gaius e confundem a mente de Aidan, que prefere não questionar a índole de seu noivo, mesmo que as evidências apontem para uma imagem nítida de uma personalidade sexual, excêntrica, sombria e cruel. Refugiando-se na literatura e artes, como guarida às suas perdas, dores e privações, Gaius estabelece conexões com grandes pensadores e artistas da história para justificar as forças demolidoras que latejam e gritam dentro de si, a fim de se libertarem da escuridão onde foram aprisionadas pela terapia. Belo, poderoso e experiente, ele descobrirá se decidiu bem ao abrir as portas das salas escuras do seu mundo interior e entregar seus instintos à selvageria. A narrativa eletrizante de “Castrado”, continuação de “Meu irmão e eu”, além de passear pelo erotismo, suspense, terror, horror e drama, confere ao leitor uma viagem inusitada pela espiral psicológica e destrutiva de uma mente traumatizada, que está prestes a implodir.

Não perca a irresistível sequência de “Castrado” com os dois próximos livros: “Tesão e loucura”, e “Vaidade e vômito”. Os livros estão sendo escritos pelo autor e estarão à venda em e-book em amazon.com.br, e em papel em loja.uiclap.com.

A ordem de leitura dos quatro livros da série “Meu irmão” é:

* LIVRO UM: “Meu irmão e eu”.
À venda em e-book desde o dia 08 de agosto de 2020 em amazon.com.br, e em papel desde o dia 08 de dezembro de 2020 em loja.uiclap.com.

* LIVRO DOIS: “Castrado”.
À venda em e-book desde o dia 29 de abril de 2021 em amazon.com.br, e em papel desde o dia 29 de julho de 2021 em loja.uiclap.com.

* LIVRO TRÊS: “Tesão e loucura”.
Tem previsão de lançamento em e-book e em papel até o dia 08 de agosto de 2021.

* LIVRO QUATRO: “Vaidade e vômito”.
Tem previsão de lançamento em e-book e em papel até o dia 28 de fevereiro de 2022.

A tetralogia “Meu irmão” é livremente inspirada em uma história verídica, e está registrada e protegida juridicamente como propriedade intelectual e de direitos autorais pertencentes exclusivamente ao autor, Paulo Nunes. Plágio e distribuições gratuitas serão combatidos judicialmente.

Segue os dados do registro da obra:
* ID DE DIREITOS AUTORAIS: DA-2021-008703
* ISBN: 9786500213478
* FICHA CATALOGRÁFICA:
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)
Nunes, Paulo
Castrado / Paulo Nunes. — 1. ed. — Canela, RS :
Paulo Nunes, 2021. — (Meu irmão ; 2)
ISBN 978-65-00-21347-8
1. Ficção brasileira 2. Ficção de suspense
3. LGBTQIA – Siglas I. Título II. Série.
21-63369 CDD-B86
Índices para catálogo sistemático:
1. Ficção : Literatura brasileira B869.3
Maria Alice Ferreira – Bibliotecária – CRB-8/7964

Contatos do autor:
E-mail: escritorpaulonunes@gmail.com
Tel./WhatsApp: +55 54 9 9707 8071
Redes sociais: @escritorpn7

Informações adicionais

Peso 0.699936 kg
Dimensões 16 × 23 × 2.39 cm
Editora

Nº Páginas

458

Tamanho

Autor(a)

Capa

Fosco, COM orelha

Impressão

Preto e Branco (Papel Avena / Pólen)

Data da Publicação

19/07/2021

Ranking

5 avaliações para Castrado

  1. Paulo Nunes

    Conectar-se a meandros do inconsciente, como em “O silêncio dos inocentes”.

    “Castrado” é uma overdose de intensas emoções. Mais que apenas um livro, ele é um ensaio sobre as profundezas daquilo que significa ser humano e até onde podemos chegar. Ao tomar contato com o texto, o leitor é forçado a se conectar a meandros do inconsciente que apenas algumas obras como “O Silêncio dos Inocentes”, por exemplo, conseguem atingir. Conforme a história vai se desenrolando, nota-se que o protagonista vai se tornando mais e mais insano. Isso faz com que sejamos defrontados com palavras, pensamentos e atitudes que nos surpreendem, quando não, chocam. Se comparado com seu predecessor, “Meu irmão e eu”, “Castrado” avança um degrau ao escancarar os não-limites que permeiam nossas ações. Esse é um livro que não deve ser lido apenas como diversão. Seu texto denso, um verdadeiro turbilhão de reviravoltas e revelações, prende o leitor por completo e fá-lo ponderar sobre a complexidade da alma humana. Ao lê-lo, não há como não questionar qual é o significado de ser mentalmente sadio.

    NOTA
    O autor da resenha leu o livro, autorizou a publicação da resenha e pediu que a publicação fosse feita de forma anônima.

  2. Carlos

    O ENCONTRO DO EROTISMO COM A PERVERSIDADE.

    Um livro intenso, repleto de tesão, dor e atrocidade. Cada capítulo levará o leitor a se aprofundar mais e mais na mente de Gaius Barrys, acompanhando seus conflitos interiores, fragilidades e a descoberta de um lado ainda desconhecido do personagem.
    A crueldade descrita em Castrado, por diversos momentos provocará frio na barriga em muitos leitores. Já a carga erótica do livro, provocará também muita excitação, sem sombra de dúvidas. Não recomendo para pessoas sensíveis. Agora para quem busca erotismo e perversão, é uma ótima leitura.

  3. evans.hutcherson

    #Impressões a cerca da obra

    1 – É aquele livro que vai te provocar um misto de emoções, no meu caso foram repulsa ao ponto de querer parar de ler, raiva por tudo o que Gaius faz e ao mesmo tempo curiosidade pra saber como termina a história;

    2 – O livro possue cenas bastante fortes que fazem questionar se de fato aquilo já aconteceu, pois pra quem não sabe a trama é livremente baseado em fatos reais;

    3 – As atitudes do protagonista, a forma como tudo é calculado te faz perceber como a mente humana é algo complexo, principalmente de uma pessoa “doente”;

    4 – Com essa leitura pude constatar que Gaius possue uma inteligência extrema, além de ser astusto, manipulador e desequilibrado mentalmente (algo constatado pelo seu psicanalista ). Mas, quem somos nós pra julgarmos o próximo?;

    5 – A necessidade que o protagonista tem de uma figura materna seja como for pra ser cuidado apesar dos abusos sofridos pela mãe e seu irmão só evidencia como a mente pode nos pregar peças. Ao mesmo tempo que ele tem pesadelos estranhos e o fato do mesmo odiar sua mãe biológica fazem nos questionar a realidade;

    6 – Enfim, “acho que as pessoas mentalmente instáveis não deveria ler seu livro. Ele é muito perturbador. Até eu fiquei assustado e com medo”( palavras de um leitor anônimo).

  4. marcio.livros01

    Vingança é a palavra que nos faz compreender a história contada em “Castrado”. No primeiro livro, acompanhamos Gaius e seus conflitos, tormentos, sofrimentos e revelações sobre sua própria identidade. Agora, ele já não é mais vítima. Torna-se algoz e se apropria de sua personalidade sombria, com planos muito definidos àqueles que o privaram de seu prazer e o fizeram mal. Ele é controlador, manipulador e trata a todos como peças de xadrez, movendo-as ao seu bel-prazer e com o intuito claro de ganhar o jogo. Vencer é a sua meta e o que, de fato, importa para ele. E faz tudo isso valendo-se do seu poder de sedução e com altíssimas doses de erotismo durante toda a trama psicológica.

    Assim como no primeiro livro, “Castrado” apresenta uma narrativa eletrizante, cheia de acontecimentos, revelações e analogias que o autor empregou para nos aproximar do excêntrico mundo em que Gaius se encontra. Uma das analogias que mais gostei foi de Gaius evocar personalidade do mundo artístico e literário para a sua narrativa. “Conversando” com Marilyn Moroe, Freud, John Keats, Hannibal, Francisco de Goya e Marquês de Sade, entre outros, nosso personagem adentra nos meandros de suas histórias, mesclando-se a elas e tentando justificar as forças demolidoras que latejam dentro de si a partir dos acontecimentos descritos no livro que escreve. “O que ele quer com isso?” Foi o que me perguntei enquanto percebi seu movimento pseudointelectual, rico de detalhes.

    Minhas impressões sobre o livro não foram muito diferentes do primeiro, “Meu irmão e eu”. Consegui compreender o espírito seu espírito e me entreguei a ele, deixando-o que me levasse onde quer que fosse. As descrições de violência me incomodaram, principalmente por eu achar que alguns personagens não mereciam aquilo. Algumas coisas que ocorrem no livro me deixaram intrigado e me fizeram pensar que a mente de Gaius é mais complexa do que eu tinha imaginado. É surpreendente e, ao mesmo tempo, misterioso o que se passa na cabeça dele. No geral, gostei da leitura e a recomendo, ressaltando que ela apresenta conteúdo sexual e violento.

  5. Jonatas

    Em “Castrado”, segundo livro da tetralogia “Meu irmão e eu”, somos apresentados a um Gaius mais maduro e completamente ferido por coisas do passado. O personagem está mais aberto sexualmente e emocionante mais maduro, embora seus traumas e complexos gritem diante do leitor a cada página lida. Todo o desenrolar da trama gira em torno de como ele se sente privado do seu prazer, do que acredita ser bom para si e o que faz para suportar a vida de infelicidades que tem, mesmo, aparentemente, demonstrando estar feliz e realizado. De fato, ele encarnou o ódio e a vingança em seu ser e não descansa até completar o que se propôs a fazer. Essa foi a forma que ele encontrou de permanecer vivo.

    “Castrado” é um livro bem mais intenso que “Meu irmão e eu” em todos os sentidos. Nele, percebe-se claramente os aspectos psicológicos e sociológicos de altíssima relevância para a sociedade a partir da história contada. Há traumas profundos que o personagem carrega que merecem a atenção do leitor. As críticas sociais que o livro faz acabam denunciando problemáticas de ordem marginal, que são manipuladas ou escondidas das grandes massas. Isso também deve ser considerado como ponto positivo. Particularmente, percebi uma significativa evolução na escrita do autor, o que me fez refletir e apreciar o livro com calma e sem pressa, pois ele sugere reflexões profundas a partir do que é narrado em seus capítulos. Em outras palavras, afirmo que gostei do livro e o recomendo, pois ele torna-se uma grande experiência de vida àqueles que o leem.

Faça o login para Avaliar
Castrado thumbnail

Castrado

R$56,62