Pornomatopéias

R$44,44

Autor(a): Barata Cichetto
Saiba mais sobre o(a) autor(a): uiclap.bio/baratacichetto

Prazo de produção: até 5 dias úteis
REF: ut9134 Categoria

Sinopse

Quando se tem um livro com um título estranho feito esse, a primeira coisa a fazer é colocar o significado da palavra, retirado dos dicionários. Mas nesse caso, como a palavra “Pornomatopéias” não existe, ou ao menos não existia até 2019 quando eu a criei, tenho que me dar ao trabalho para discorrer sobre ela, que aliás, é censurada no Facebook.

“Porno” vem de “pornografia”, que significa, entre outras coisas: “material contendo descrição ou exibição explícita de órgãos ou atividades sexuais, com o objetivo de estimular a excitação sexual.” Já a segunda parte da palavra, que vem de “Onomatopéia”: “formação de uma palavra a partir da reprodução aproximada, com os recursos de que a língua dispõe, de um som natural a ela associado; onomatopoese. (p.ex.: pum, tique-taque, atchim, chuá-chuá, zum-zum etc.). Portanto, essa nova palavra significa simplesmente algo como “uhnnnnn”, “maaaaaaaais”, “nãopaaaara”, “tesããããããooooo”, “yesyesyes” e outras, que estou certo que o dicionário oral e visual do Xvideos explica muito bem.

No caso deste livro, que tem por subtítulo um nome gigante, como eu sempre adotei na maioria dos meus livros: “A Poesia Em Crônica e a Crônica Poética Ou Ainda a Poesia Crônica e a Prosa Poética de Um Poeta Que é Cronista e de Um Cronista Que é Poeta Num Tempo Em Que a Poesia é Um Caso Crônico de Suicídio Por Luiz Carlos Cichetto Também Conhecido Por Barata, o Provocador”, tratam-se do que pode ser definida simplesmente como poesia em prosa, embora alguns críticos possam chamar de “crônica”. Chamem eles do que quiserem, mas creio que a prerrogativa de definir o gênero é do autor. E se eu digo, pouco me importam os críticos, que aliás nem compram os livros, e só elogiam quando bem remunerados.

E eis que, então, “Pornomatopéias” é um jogo, uma brincadeira com palavras, e o convido a jogar, encarando cada um dos duzentos e vinte e dois textos como peças de um quebra-cabeças, num jogo em que não há vencedores… Ou melhor, ambos, autor e leitor, ganhamos. Esta é a segunda edição deste livro, mas não por esgotamento da primeira, que publicada pela Amazon Books em 2019 vendeu a quantia incrível de 2 (dois) exemplares. Que sorte a desses compradores, que terão algo caro depois de 50 anos que eu morrer.

Este deve ser o trigésimo primeiro livro que lanço, sem nunca depender de um centavo de dinheiro público, e neste caso, usando de plataformas, como maneira de dispor aos poucos interessados o que escrevo. Ah… Sim, um amigo (William Kiss) dia desses teceu um elogio que é baseado em fatos, que, aliás, ele conhece bem, ao meu livro anterior: “Barata Cichetto acabou de lançar seu Trigésimo Livro. Barata, talvez por não ter formação Acadêmica, não teve a sorte de ser acolhido pela Elite Intelectual Brasileira, como Charles Bukowski, que caiu nas graças de todos. Porém, fazendo justiça aqui e agora, o Barata escreve tão bem, ou melhor!” Eu diria que ele foi honesto na definição, mesmo porque não tinha nenhum interesse para que publicasse isso no Facebook. Ele não é crítico, apenas, mais que um amigo, um leitor atento e com uma enorme bagagem cultural.

Por auto-definição, considero-me não um escritor ou poeta, mas como “Artesão de Palavras”, pois gosto de pegar palavras soltas, abandonadas, jogadas ou que, como num quebra cabeças se encaixam, e com elas construir meus brinquedos.

Que, então, comecem os jogos.

Informações adicionais

Peso 0.300657 kg
Dimensões 13.9 × 21 × 1.3 cm
Editora

Nº Páginas

240

Tamanho

Autor(a)

Capa

Brilho, COM orelha

Impressão

Preto e Branco (Papel Avena / Pólen)

Data da Publicação

14/07/2021

Ranking

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Faça o login para Avaliar
Pornomatopéias thumbnail

Pornomatopéias

R$44,44