Oferta!
Ficção  »  Distópico

Silêncio em Lá menor

,

R$54,19

REF: ut3275 Categoria

Sinopse

E se a bíblica Gênese fosse refeita e anunciada nas linhas e melodias de um longo e ininterrupto Carnaval?
Na história do romance, acompanhamos a trajetória e os sofrimentos de Beatriz, a talvez mais aclamada cantora brasileira de um tempo.
Com sangue de escravos estadunidenses correndo nas veias, a protagonista da narrativa nasceu de uma mãe pobre e cresceu acreditando que os preconceitos eram afetos efêmeros, de modo que era possível transformar, “sem parar, a suposta maior tristeza da vida numa enorme e deleitosa morada de alegria”.
Negra, Beatriz veio ao mundo com os cabelos brancos como algodão das plantações na terra do Tio Sam. Daí se explica seu nome artístico: Mãe Cotonete.
Não obstante a ascensão que um dia foi meteórica, a ovacionada cantora – que passou do Blues ao Funk – Beatriz só não imaginava a trama na qual seria envolvida.
Quando se pensava que um de seus maiores problemas era o uso exploratório que a indústria e as gravadoras faziam de sua fabulosa, inebriante e inexplicável intimidade com o tom de lá menor, o mundo começa a entrar em colapso. E através das transmissões de um programa de rádio, a famosa Cotonete se vê envolvida num novelo de medo, intolerância e fundamentalismo que enlaça o mundo no retorno de Jesus Cristo.

Confrontando suas próprias matrizes religiosas com os ditames propagados por uma seita aparentemente conduzida por fanáticos locutores, Beatriz é declarada culpada pela expansão de um estranho e aparente fenômeno pré-apocalíptico que aquece a temperatura global e põe em xeque os valores apregoados há séculos por uma sociedade conservadora.
Seria o seu primoroso trabalho em lá menor a causa?
Inspirado parcialmente na canção “Geni e o Zepelim”, de Chico Buarque, o romance “Silêncio em lá Menor” propõe, numa jornada não tão usual de heroína de Road Movie, o encontro de uma protagonista e seus companheiros com paixões caleidoscópicas e iniquidades tórridas.

Com interlúdios de torpor, uma experiência inimaginável, filosófica e teológica no horizonte ajudará Beatriz a descobrir a relação primorosa entre o caos mundial, a alegoria do Carnaval, Deus e, principalmente, o verdadeiro significado da ética, do amor e da compaixão entre os homens.”

Informações Adicionais

Editora

Nº Páginas

482

Tamanho

16 x 22,9 cm

Autor(a)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Silêncio em Lá menor”