Novo Cangaço

Análise Criminal

R$33,91

Autor(a): Leonardo Santana Santos
Saiba mais sobre o(a) autor(a): uiclap.bio/leonardosantana

Prazo de produção: até 7 dias úteis

Sinopse

O velho cangaço ficou nacionalmente conhecido, exatamente pelas ações criminosas que o seu principal líder Capitão Virgulino Ferreira da Silva (Lampião) praticou na primeira metade do século passado no sertão nordestino. O seu modus operandi basicamente se resumia em sitiar o município alvo, com muitos homens armados, implantando terror e medo por meio da violência e da criminalidade. Ora despertando o ódio dos mais abastados que eram saqueados. Ora despertando o amor daqueles mais pobres que eram beneficiados. Assim, também, hoje em dia, fazendo uso de todo um suporte tecnológico e estratégico, vem agindo o novo cangaço.

Na calada da madruga ou em plena luz do dia, a depender da categoria da Organização Criminosa “Novo Cangaço” ou “Cangaço Noturno” que eles chegam como personagens de filme e transformam a praça pública em cenário de guerra. Conhecidos como Novos Cangaceiros, chegam disparando armas de fogo e bombas, invadem e explodem os bancos e montam escudos com seres humanos. Reféns relatam dramaticamente que tinham a certeza que iriam morrer. O atrevimento é porque eles sabem ou acreditam que a polícia não vai colocar os reféns em risco. Muitas vezes, a polícia até tem poder de reação, mas sem sombra de dúvida, verifica-se também, que por conta do número de pessoas inocentes postas como escudo humano, não se vale a pena fazer qualquer tipo de reação.

As ações dessas quadrilhas do “Novo Cangaço” lembram cenas de cinema. Os vilões agem como nos filmes, mas na realidade, tudo é de verdade, as armas não são de brinquedo (fuzis utilizados em guerras), as bombas são do tipo dinamite (bomba de peixe), capuz (bala clava), coletes a prova de balas e roupas em estilo militar que servem mais para intimidar as vítimas do que para esconder as suas identidades e se protegerem. Nos ataques, os reféns não são meros figurantes, clientes e bancários se tornam coadjuvantes na cena do teatro do terror, virando a garantia para o plano de fuga desses criminosos.

Nessa perspectiva, exsurge o estudo da análise criminal aplicada a essas Organizações Criminosas, denominadas de “Novo Cangaço”, na busca por resultados confiáveis que possam prevenir e/ou combater a violência e/ou a criminalidade relacionados a possíveis pontos de vulnerabilidade encontrados no âmbito do Sistema Único de Segurança Pública do Brasil.

Informações adicionais

Peso 0,2655925 kg
Dimensões 15,5 × 23 × 1,0 cm
Editora

Nº Páginas

180

Tamanho

Capa

Fosco, COM orelha

Impressão

Preto e Branco (Papel Offset)

Faixa Etária Recomendada

SEM CLASSIFICAÇÃO

Data da Publicação

01/12/2021

Autor(a)

Ranking

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Faça o login para Avaliar
Novo Cangaço thumbnail

Novo Cangaço

R$33,91