Inconsciente Social: Síndrome de Estocolmo – Edição Especial

R$44,11

Autor(a): Adão José Gonçalves da Cruz
Saiba mais sobre o(a) autor(a): uiclap.bio/ajgoncalvescruz

Prazo de produção: até 5 dias úteis

Sinopse

INCONSCIENTE SOCIAL: SÍNDROME DE ESTOCOLMO – EDIÇÃO ESPECIAL

As cópias dos documentos oficiais apresentados como Anexos foram publicados em outro volume, como: “Anexos da Edição Especial”.

Síndrome de Estocolmo é o nome atribuído à condição psicológica particular em que alguma pessoa, quando submetida a prolongado tempo de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo amizade ou idolatria pelo seu agressor. Existe também forte possibilidade, largamente considerada, pois, para algumas pessoas vítimas de assédio semelhante, podem desenvolver algum mecanismo inconsciente de defesa, na tentativa de projetar sentimentos afetivos na figura do sequestrador ou abusador; todavia, podem amenizar ou flexibilizar algum tipo de negociação ou acordo entre a relação vítima/agressor na tentativa de reduzir a tensão, durante e após as experiências entre os envolvidos.

Os cidadãos que aceitam passivamente as condições impostas por autocratas, ministros políticos, governadores e prefeitos autoritários, p.ex., passaporte de vacinação da COVID-19, vacina obrigatória, condições ilícitas de partidos políticos, invasão de terras, vandalismos etc., estão vivendo plenamente o processo da Síndrome de Estocolmo. Todavia, são pessoas que se encontram inconscientes da sua verdadeira condição psicológica, emocional e social, pois defendem os verdadeiros engenheiros sociais.

O leitor poderá entender os profundos complexos gerados no inconsciente social, com base nas análises de Carl Gustav Jung em “Aspectos do Drama Contemporâneo”. É preciso observar que todos os seres humanos têm duas realidades e o juízo da realidade é a capacidade de distinguir entre a realidade interna e a realidade externa. Em pleno século 21, parece que muitos líderes e políticos brasileiros ainda não desenvolveram o juízo da realidade; portanto, não distinguem a realidade interna, da realidade externa, ou seja, não enxergam sua própria realidade e nem a realidade dos cidadãos brasileiros.

Por outro lado, para que o leitor possa avaliar a veracidade da síndrome de Estocolmo no cenário político brasileiro, o autor apresenta vídeos de documentários e de reportagens e cópias de documentos oficiais do tribunal superior eleitoral (TSE) e do supremo tribunal federal (STF) do Brasil. Mostra as manobras políticas do STF que mandou libertar inúmeros réus condenados pela “Operação Lava Jato”, para que esses réus possam se candidatar a partir das eleições de 2022. Os vídeos e os documentos apresentados são para que o leitor possa avaliar essa e outras decisões, bem como os acordos inconstitucionais feitos com o congresso nacional (CN). Todos esses eventos têm como “pano de fundo” a pandemia COVID-19, enquanto a saúde e a liberdade de expressão do povo brasileiro são usadas como joguete político, pois projetam mais complexos coletivos no inconsciente social da sociedade brasileira.

Informações adicionais

Peso 0.285936 kg
Dimensões 21 × 29.6 × 0.62 cm
Editora

Nº Páginas

104

Tamanho

Capa

Fosco, SEM orelha

Impressão

Preto e Branco (Papel Offset)

Data da Publicação

29/10/2021

Autor(a)

Faixa Etária Recomendada

Adulto (maiores de 18 anos)

Ranking

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Faça o login para Avaliar
Inconsciente Social: Síndrome de Estocolmo - Edição Especial thumbnail

Inconsciente Social: Síndrome de Estocolmo - Edição Especial

R$44,11