O JULGAMENTO

R$36,27

Autor(a): Anatole Jelihovschi

Prazo de produção: até 5 dias úteis
REF: ut12097 Categoria

Sinopse

O JULGAMENTO

Uma noite antes do início da páscoa judaica em Jerusalém, o governador romano da Judeia, Poncio Pilatus, recebe a visita inesperada de José Caifás, o sacerdote presidente do sanedrin, o conselho dos sacerdotes judeus responsável pela administração do templo e principal órgão que regia a religião e os costumes do povo na época.
José Caifás não precisa muito para revelar o motivo de sua visita noturna. Ele quer trazer para o julgamento romano, no dia seguinte, um pregador oriundo da Galiléia, um rapaz jovem que fazia pregações heréticas contra o templo, dotado de poderes extraordinários que usava para atrair o povo, principalmente os miseráveis, desesperados, doentes e desenganados. O que assustava o sacerdote, principalmente, era que esse pregador desconhecido se dizia o intérprete da vontade de Deus, com quem conversava e chamava Pai. É claro que, ao se acreditar nele, o templo perderia toda a sua autoridade, uma vez que era o órgão que se colocava como o mais próximo da Divindade.
Seu objetivo era a crucificação, a pena de morte utilizada pelos romanos, responsável por uma morte terrivelmente dolorosa do condenado. Para conseguir o seu intento, Caifás se vale de todos os recursos, inclusive suborno ao Governador Romano.
A principal ameaça desse pregador desconhecido, sob o ponto de vista romano, é a sua capacidade de atrair o povo e, assim, utilizar a sua autoridade para insuflar uma revolta contra Roma. A páscoa judaica era a época mais perigosa para a suposta revolta, porque o povo acreditava que seria quando o Senhor mandaria o seu enviado, denominado Messias, que libertaria o povo do jugo romano.
Mas Poncio Pilatus se depara com uma dificuldade. A esposa, Claudia Prócula, a quem amava e que se revelou uma seguidora desse pregador, que muitos acreditavam ser o Messias, e que estava disposta a intervir na defesa do réu, no dia seguinte.
Inseguro de que atitude tomar, Poncio Pilatus perambula por Jerusalém de noite, a chamada cidade santa, descobrindo as entranhas sujas da cidade santificada por onde perambulava a população junto com os seus fantasmas que ali pregavam há mil anos atrás. Nessas andanças, o Governador Romano encontra um discípulo do pregador que, amedrontado pelas tropas romanas, nega o seu mestre três vezes, e mais adiante ele sobe o monte da Caveira, onde se depara com antigos cadáveres pendurados na cruz, semi decompostos, um lugar que àquela hora noturna se acreditava habitado pelos espíritos dos antigos crucificados.

Informações adicionais

Peso 0.32278 kg
Dimensões 20.9 × 29.7 × 0.7 cm
Editora

Nº Páginas

120

Tamanho

Capa

Fosco, SEM orelha

Impressão

Preto e Branco (Papel Offset)

Data da Publicação

21/10/2021

Autor(a)

Ranking

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Faça o login para Avaliar
O JULGAMENTO thumbnail

O JULGAMENTO

R$36,27